top of page
Dr_edited_edited.jpg

por Dr. Lisandro Lambert

Dr_edited_edited.jpg

Conselho Federal de Medicina aprova tratamento de Doença de Crohn com célula-tronco


O Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovou o uso de terapia com células-tronco no tratamento da Doença de Crohn, conforme noticiou o Diário da Região, de São José do Rio Preto. Essa decisão representa um avanço significativo no tratamento dessa condição crônica intestinal.


Esse estudo foi realizado pelo hematologista Milton Ruiz e pelo proctologista Roberto Luiz Kaiser Júnior no hospital Beneficência Portuguesa em Rio preto. Abriu caminho para inclusão do transplante de células troncos para tratamento da Doença de Crohn que causa inflamação intestinal crônica e não tem cura. Milton Ruiz, hematologista, realizou em Rio preto 71 procedimentos dos 80 documentados no país.


Neste mês a câmara técnica de hematologia do Conselho Federal de Medicina deu parecer favorável à inclusão do procedimento no rol de tratamentos autorizados na prática médica. Desde 2013 o transplante é realizado como procedimento experimental dentro de protocolos clínicos de pesquisa.


O uso de células-tronco oferece uma nova esperança aos pacientes, pois essas células têm capacidade de regenerar tecidos danificados. Isso pode levar à redução dos sintomas e à melhoria da qualidade de vida. É importante colocar que essa aprovação destaca a importância contínua da pesquisa médica e do desenvolvimento de novas opções de tratamento.

E como funciona o transplante de células-tronco?


São retiradas células-tronco hematopoiéticas (produtoras de sangue) da medula óssea do próprio paciente. As células-tronco conseguem produzir anticorpos que não atacam o intestino por isso são utilizadas novamente no paciente para substituir as células com a doença.


No entanto, é fundamental ressaltar que o tratamento com células-tronco deve ser feito com acompanhamento médico, pois cada caso é único. Essa notícia é um exemplo de como a medicina está evoluindo para oferecer soluções mais eficazes para condições médicas desafiadoras.


A Doença de Crohn é uma doença inflamatória do trato gastrointestinal. Ela afeta predominantemente a parte inferior do intestino delgado e intestino grosso, mas pode afetar qualquer parte do trato gastrointestinal. É crônica e provavelmente provocada por desregulação do sistema imunológico, ou seja, do sistema de defesa do organismo.


Os principais sintomas são: artrite, aftas e feridas na boca, dor abdominal, febre, fadiga, perda de peso e de apetite, diarreia, cólicas, fezes com sangue, enfraquecimento, sintomas oculares e doença perianal.



39 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page